A década vencedora: Lei Campinas coroas seus primeiros dez anos com uma manchete desconhecida do Paulista

0
10

1 do 3 Equipe bateu o hexacampeão hexacampeão Taubaté e levou o título de Paulista, além de preencher a terceira posição no Superliga-Foto: Pedro Teixeira / Vollei Renata

Team bateu o hexacampeão hexacampeão Taubaté e levou o título de Paulista, além de preencher a terceira posição na Superliga-Foto: Pedro Teixeira / Vollei Renata

O vôlei de Campinas será completado por 10 anos de existência em 2020. Graças ao trabalho social das praças e de vários graus dentro deles, o projeto perdeu seu aniversário com um sucesso inédito no Campeonato Paulista e se constrói na empresa na disputa do Superlige.

O projeto iniciado em 2010 se baseou em três pilares:

    • social, trabalhando com crianças das instituições;
    • categorias básicas voltadas para a criação de jovens talentos;
    • e alta performance, que é uma equipe básica.

Um dos projetos sociais que o clube desenvolverá é a troca de jogos. ” os bilhetes para o quilo de alimentos não tributáveis, posteriormente doados pela entidade cadastrada no Banco Municipal de Campinas. Em todo caso, já foi doado para cerca de 125 toneladas de alimentos.

Durante a década, a equipe auxiliou três grandes empresas, que desde 2017 como o patrocínio da marca Renata.

Quem está presente na equipe desde o início, é o campeão olímpico André Heller, que continuou a preencher o Coordenador Técnico em 2014, quando deixou os tribunais. Maurice Lima, medalhista de ouro das Olimpíadas de 1992 e 2004, é o embaixador da equipe.

-Foi um ano muito ruim para nós, porque era diferente desde o início, na reconstrução de obras, com todo o prefeito e com o protocolo. Entretanto, conseguimos resultados importantes, não só em brigas, mas também no dia a dia, com o trabalho da Comissão Técnica e do Departamento Médico do André Heller.

2 de 3 André Heller e Maurício Lima em doações representando Vollei Campinas-Foto: Divulgação Vollei Renata

André Heller e Maurício Lima no âmbito da doação de Voos Campinas-Foto: Divulgação Volleyball Renata

As primeiras conquistas da equipe foram Jogos regionais na temporada 2010/2011, seguida de um jogo aberto do interior em 2012/2013. A partir daí é a lei Campinas, conquistada pelas duas Copas de São Paulo, ambas no topo do Sesi-SP: a primeira em 2014, quando ganhou o ponto de virada do adversário, e a segunda em 2019, entrincheirou a campanha invicta na competição.

Em 2020, a equipe coroou sua primeira década com não ouvir falar sobre o Paulista, derrotou o no pico de Taubaté, time que bateu Campinas no final do ano de 2019. Além do troféu, o parque de campismo terminou com um adversário hegemônico, então o Estado hexacampeão.

-Todos os números e resultados são materialização da ideia de que tivemos décadas atrás para montar um projeto baseado na criação de esportistas, no esporte como agente de transformação social e em alto rendimento. Ano fomos muito regozijados pelo que conquistamos, e como ganhamos, mas ainda mais entusiasmados com o que o futuro da posse para nós-contou Maurício Lima.

No Superlige, parou neste ano no final do ano, e que retorna no início de 2021, o time se classifica no terceiro com 29 pontos para ficar atrás do líder do Cruzeiro, com 34, e do segundo colocado Taubaté com 33.

3 de 3 Campinas é o mastermaster Paulista de la lei 2020-Foto: Filipe Rodrigues

Campinas é o mestre Paulista de la lei Championship 2020-Foto: Filipe Rodrigues

Veja todos os títulos da Lei Campinas:

  • 2010/2011: Jogos regionais master, vice-campeão de São Paulo e jogos de interiores abertos
  • 2011/2012: Vice-master de jogos abertos dentro e Paulista
  • 2012/2013: Open games master em interior e vice-campeão Copa São Paulo e Copa São Paulo e Paulista
  • 2013/2014: Vice-campeão do Paulista e o terceiro colocado Copa Brasil e Superliga
  • 2014/2015: Campeão São Paulo Cups e vice-campeão Copa Brasil
  • 2015/2016: Vice-master Copa São Paulo, Copa Brasil e Superliga e terceiro lugar Paulista
  • 2016/2017: Vice-master Supercopa e terceiro lugar Paulista e Copa Brasil
  • 2017/2018: Terceiro lugar Paulista
  • 2018/2019: Vicechamp Copa São Paulo e terceiro lugar do Paulista
  • 2019/2020: Majorpione São Paulo Cupu e vice-campeão Paulista
  • 2020/2021: Campeão Paulista e rude com a Superliga