As maiores vergonhas dos times brasileiros na década
As maiores vergonhas dos times brasileiros na década

Capa Neymar Santos 2013

Quando faltavam duas voltas para no Lugar 2019 chegar até o fim, fizemos um especial falando sobre grandes clubes brasileiros, que já foram rebaixados, pensando sobre a situação delicadíssima do Cruzeiro, e o que aconteceu com assistências na Série B.

Em particular, hoje, vamos falar não de rebaixamentos, mas com uma grande vergonha, que os clubes brasileiros passaram nos últimos dez anos, entre 2010 e 2019. Confira e, se você acha que faltou algum, coloque nos comentários! De leitura agradável e cuidado com a desgraça dos outros.

Anteriorpróximo

10. Flamengo na Libertadores 2017

imagem16-01-2020-16-01-10 A remoção do Flamengo no ano de 2017, estava entediado e humilhante, mas, pensando pelo lado positivo, atiçou ainda mais o desejo de vencer a equipe, que será realizada em 2019

Para abrir a nossa lista, nada melhor do que falar com a melhor equipe da América do sul no momento em que “Flamengo”. Quem vê a máquina de gols e vencer, o que o Urubu foi em 2019 quase de esquecer o horror que foi a Libertadores de 2017 time que foi eliminado ainda na fase de grupos.

Sorteado no grupo D, ao lado de San Lorenzo, da Universidade Católica e Athletico-PR, Flamengo alternando vitórias e derrotas em seis jogos, acabou eliminado ao perder para o San Lorenzo, ao mesmo tempo, que Athletico vencia na Universidade Católica.

Não bastasse o vexame de deixar a vaga escapar por entre os dedos, o tempo ainda conseguiu levar apenas ir até o fim na américa do Sul, apenas para perder a final para o Junior Barranquila, com volta no Maracanã lotado, aliás.

9. Cruzeiro 6 x 1 Atlético-MG (2011)

imagem16-01-2020-16-01-16 Pouco mais de 8 anos atrás, o Atlético-MG e Cruzeiro fizeram um jogo que entrou para a história – o prazer de uma Raposa, trágico Galo

Hoje em dia, atleticanos têm muitas razões para zoar no arquirrivais cruzeirenses, mas em 2011, o caso foi diferente. Vivo uma situação semelhante em 2019, na época, o Cruzeiro, na época, era preciso ganhar, simplesmente para escapar do rebaixamento, mas o inimigo não seria nada fácil: o Atlético-MG.

O galo foi recentemente liberado a partir do levantamento e almejava da américa do Sul, mas, no final, absolutamente decadente para a Raposa no jogo, que virou motivo de chacota por muitos anos consecutivos (mas, talvez, não mais, pelo menos por enquanto). Roger, Leandro Guerreiro, Anselmo Ramon, Fabrice, Wellington Paulista, Réver e Everton marcaram no portão 6×1, que salvou o Cruzeiro de ajuda, e a queda impediu a vaga da Sul-Americana rival.

8. Barcelona permeia, de 8×0 no Santos

imagem16-01-2020-16-01-22 Bem, o que era praticamente um amistoso, mas a equipe não quer tomar de 8 em um mundo vendo

Para alguns, isso pode surpreender, para ver a goleada do mais elástica nossa lista, apenas um modesto oitavo lugar, mas a verdade é que a copa Joan Gamper apenas um amistoso ainda, ser motivo de chacota no mundo devido a sua não é muito legal.

Jogo de 2013 (ou melhor chamar de “massacre”?) “O barcelona contra o Santos, como todos se lembram, terminou em 8×0 acachapante, durante o qual o Barça fez o que quis de Peixe, o hóspede, especialmente por causa da negociação com os dois clubes com a participação de Neymar.

Se 4×0 final da copa do mundo de clubes dois anos antes já foi humilhante perder, com pontuação dobrada, como se ele fosse um timeco churrasco de profissionais, não é um lembrete de que o torcedor santista gosta de reviver.

7. “O grêmio é” derrubado “Flamengo na Libertadores 2019

imagem16-01-2020-16-01-28 Você, provavelmente, não tinha visto essa foto, para efetivamente pensar nela, quando li o título, estou certo?

Só vai ler o título acima, eu tenho certeza de que a pessoa de Renato Gaúcho em pleno estado de choque já apareceram em sua cabeça, eu percebi? Bem, em face do treinador, o Grêmio diz muito sobre o que foi o jogo da semi-final da última Libertadores contra o Flamengo.

O jogo de ida foi muito difícil para ambos, e o resultado de 1×1 ganho em Porto Alegre, muito por causa do esforço gremista, que faz fronteira com o sobre-humano. Quando chegou de volta, no Maracanã, no entanto, não foi a raça, nem santo, que deve salvar o Tricolor da goleada aplicada sobre a Vermelho-e-Preto.

5×0, construído quase todo o segundo foi a maior derrota do grêmio na temporada e durante bons anos. Campeão da competição em 2017 e forte candidato a mais um título, o Imortal voltou para o Sul, completamente destroçado, para futuros vencedores.

6. Corinthians eliminado Толима em 2011

imagem16-01-2020-16-01-39 No jogo que selou a aposentadoria de Ronaldo, Corinthians passou vergonha e descobriu-se o primeiro brasileiro eliminado na pré-Libertadores

Falando em Libertadores, quem não se lembra, que foi de remoções de mais sofridas do Corinthians na competição, enquanto o vitória na Liberta foi absoluta obsessão do clube de são paulo, que ainda não foi derrotado.

Classificado para a fase de Pré-Libertadores em 2010, o timão teria que encarar o desconhecido Tolima, para chegar até o grupo, e a confiança foi crescendo. Depois de um 0 x 0 ansiedade em Istambul, o Corinthians acabou eliminado por 2×0 na Colômbia, no jogo com os nervos à flor da pele.

Esta foi a primeira vez na história brasileira entrou em anteriores a Libertadores e o timão arrecadou mais amarga derrota na competição, para se juntar ao do ano anterior, contra a bélgica, e outros pontos contra o Palmeiras e River Plate, por exemplo.

5. Santos mantém o rebaixamento do Palmeiras em 2014

imagem16-01-2020-16-01-45 Tudo bem que o Palmeiras escapou o que será a terceira partida, mas, para agradecer a rival de graça é bem vergonha

Lá no início lembre-se que nós já fizemos um texto sobre a tristeza dos levantamentos, e porque aqui não há nenhum item sobre a queda de times, pelo menos, não diretamente. O que vamos falar agora sobre como a equipe escapou de partida através de um outro, no caso, o adversário.

Depois de jogar a Série B em 2013, e de Palmas, e de seus fãs estavam traumatizados com a idéia de outono, e esta queda não foi tão restritiva, em 2014. O cruzeiro já foi campeão com o velho, e o Verdão precisa vencer o Athletico-PR, a fim de evitar. Não funcionou, amarrando em casa (1×1.

O que salvou o Palmeiras, afinal de contas, o rival Santos, que venceu o Vitória por 1×0, com um golzinho nos acréscimos. Essa é a gratidão que o tempo e o fã não querem ter.

4. Reserva do Corinthians fazem 6, em São Paulo, no ano de 2015

th=”696″ height=”522″ /> Feriado-e s o Corinthians só não foi maior porque foi Dênis, e não gostava de nêmesis Rogério Ceni, que tomou seis gols na Arena

Kar já foi campeão, quando ele entrou em campo contra o rival São Paulo, em novembro de 2015, e muita gente, até em atletas de ressaca no campo, a equipe foi composto principalmente por encomenda, diga-quando.

São Paulo foi, de longe, não para fazer uma empresa ruim, aliás, terminou o campeonato em quarto. Mas levar uma surra, tão humilhante inimigo, 6×1, e ainda por cima no meio de uma festa cheia de corintianos, foi um momento agridoce, que a torcida Tricolor prefere fingir que nunca aconteceu.

Sem Rogério Ceni, do São Paulo, ele olhou para o Corinthians jogar bola em Itaquera. 6×1 foi difícil de engolir, mas foi justo, e timão conseguiu concluir com um líder de crueldade, quando Cássio defendeu a grande penalidade. Hoje não foi o dia Tricolor.

3. Inter cai para o Mazembe em 2010

imagem16-01-2020-16-01-02 A simples imagem de um goleiro Kidiaba, que faz sua dancinha no chão, causando um arrepio em mais equilibrada, a torcida do Inter, até o dia de hoje

Enquanto nas meias-finais da taça da FIFA foram desprezado como se não existissem, estreia Internacional façanha, que será repetida várias vezes: para ser removido antes de jogar a finalíssima contra invariavelmente europeu do torneio.

A libertadores de 2010 viu a empresa, diferente do Inter, que chegou até a final com algumas dificuldades, mas mostrando muita raça. Após a vitória do Chivas Guadalajara, no final, Colorado, só pensei que, no Mundo, que foi o brasileiro ganhou a última vez, o próprio Inter, em 2006.

Talvez o pensamento totalmente focado no Inter, mas o Inter só esqueceu de jogar na semi contra o Mazembe (nome arrepia o torcedor colorado até hoje), o time obscuro, da República Democrática do Congo, campeão da áfrica.

O jogo terminou 2×0 em favor do Mazembe, que explorou o contra-ataque, para ser cirúrgico contra o Inter de Celso Boca, que é, sem pesquisa de campo, não se tornou a sua clara vantagem em gols, e finalmente, vergonha, voltando ao Brasil, com as mãos vazias.

2. Cruzeiro no buraco atual

imagem16-01-2020-16-01-09 As coisas não poderia ser pior para o Cruzeiro: endividado, processados e recesso, tudo de uma vez

A nossa medalha de prata é, infelizmente, para o Cruzeiro, que está passando por algo que é a maior crise de sua história e vai muito além do rebaixamento na Série B, já se tornou uma realidade. O desempenho patético na área de 2019, parece, foi apenas a ponta do iceberg pesadelos mineiros.

Um buraco no qual a Raposa-se-isso é difícil de explicar, mas inclui uma série assustadoramente alto de fatores. Em primeiro lugar, há a questão financeira. O cruzeiro passa pela maior crise financeira da história, endividado até o pescoço, demitindo funcionários, estabelecendo um teto de gastos e, até mesmo, a venda de carros de sua frota.

A queda de receita, a saída de jogadores importantes, por um preço baixo e com enormes dívidas, que chegam a centenas de milhões, quebram a perna do clube. Não é suficiente, uma penca de processos judiciais, afunda ainda mais na areia movediça da incerteza.

Foi muito, muito otimista, o Cruzeiro remonta o elenco da peça é mais barato, mas a qualidade, joga a Série B, como se sua vida dependesse disso, sobe a partição e obtenha a solução para seus problemas extra-campo com o dinheiro, monstruosamente mais do que ganha na Série a, Sendo pessimista…é melhor não pensar muito nisso.

1. O fluminense puxa o tapete de Portugal em 2013

imagem16-01-2020-16-01-13 No Canindé, semi-abandonada, esquecida e como monumento de dias felizes do passado Português-é um símbolo forte e, infelizmente, é totalmente coerente com a situação actual no clube

Mais polêmico, que vai falar sobre isso e correndo o risco de ganhar a inimizade dos torcedores do Tricolor das Laranjeiras, que a Gripe fez um campo adicional para o ano de 2013 é, de longe, a maior vergonha do futebol brasileiro na década de, não só, como tudo aconteceu, mas o resultado é absolutamente trágico.

Com menos de 7 anos atrás, a População era de uma empresa e terrível 12 vitórias, 10 empates e 16 derrotas e foi devidamente rebaixado ao final do campeonato, quando do início do processo judicial tristes conseqüências.

A gripe entrou na justiça e conseguiu com o Português e “Flamengo” foram punidos por uma lista de irregulares. Com pena, ambos perderam quatro pontos, o que salvou o Fluminense, deixou o Flamengo na última posição, fora do Z4 e rebaixou o rating de crédito de Portugal.

Não vamos entrar no mérito da justiça e da legalidade–, nós, jornalistas esportivos, não advogados ou juízes, e também não podemos negar que, de fato, o Português virou totalmente despreparado, gestão e financeiramente, e tudo o que virá, mas que é um fato que o famoso “tapetão” marcou virtual de final de serviço de Imprensa, como o conhecíamos.

Para resumir, de lá para cá, o clube caiu para a partição quase continuamente por tudo o que é jogado, não ter acesso a nenhuma Série D, quase faliu, foi puxado, depenada e abandonada. Correram rumores de falência, mas o Português negou e disse, vai jogar a Série A2. em 2020, sonhando com dias melhores.

Eles não esquecem, contudo, que o teste começou naquele fatídico ano de 2013, em uma sala cheia de razoável corresponde.

Comentários Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui