Análise: derrota traz a Ponte para uma realidade celestial construída ao longo do campeonato

0
10
Veja os gols entre Juventude 2x1 Ponte Preta, pela 32ª rodada da Série B
Veja os gols entre Juventude 2x1 Ponte Preta, pela 32ª rodada da Série B

1 de 1 Youth x Ponte Preta, 32ª rodada Série B-Foto: Arthur Dallegrave / ECJovem

Juventude x Ponte Preta, 32ª rodada Série B-Foto: Arthur Dallegrave / ECJovem

A ponte juvenil na zona sul de Caxias estava longe do resultado esperado da vinícola, mas não é surpreendente o suficiente dadas as campanhas de ambas as equipes no campeonato.

Embora a faxineira seja uma forte comandante, ele ganhou nove em casa (contando a partir de ontem) e perdeu apenas dois em 17 rodadas, a Macaca ainda luta para ter um padrão de jogo após outra troca de treinador.

Portanto, o problema é a forma como o resultado foi feito. Novamente no momento da enchente, Macaca da esquerda para o desejo. Em

deles, por exemplo, o Juventude tinha todo o espaço no mundo para começar-ele já no campo atacante. Rogério recebeu também com espaço e louvável bicicleta bonita, é um fato, mas que era defensável devido à distância e força de finalização.

O segundo gol nasceu com problemas muito iguais. O ataque foi capaz de seguir em frente com a liberdade, desta vez que saiu, o cruzamento saiu nas medidas para a Grampolis, que se dirigiu em cima de Ygor Vinhas. O goleiro, na estrada para onde se esquece, não foi capaz de evitar que a bola fosse ligada na rede das redes Alvin (veja as ofertas abaixo).

Assista aos gols entre a Juventude Ponte Preta 2×1, de acordo com a 32ª Series B

O empate deixou um compreensível sentimento de frustração, com Macaque a cerca de cinco pontos claro do G-4, ainda mais quem esperava voltar ao grupo de acesso onde a Ponte não ficou desde 17ª.

Essa cruel realidade não resulta deste resultado isolado, mas são os frutos da instabilidade da equipe ao longo da competição, das colmeias e baixos que foram introduzidos dentro e a partir dele.

No caminho, sempre que foi testado contra oponentes diretos na luta pelo acesso, quando chegou a hora para dar esse passo adiante na competição, a ponte mudou.

O lado positivo é que a equipe mostrou, sim, a melhora nessa área, ela cresce na qualidade do jogo. Em Caxias, finalizou mais do que um rival (13 a 9), teve mais posse de bola (53,3 contra 46,7%), mais derrapagem e troca de mais travessias.

Outro ponto favorável foi Barreto, que além de marcar um único gol de Macaca na partida, teve mais cavalo sólido, se fortalecendo no campo do meio depois de conseguir a nova oportunidade como retentora.

+ CLIQUE AQUI e leia mais sobre a ponte

Agora cabe a Fábio Moreno entender o que deu errado, o que precisa ser melhorado e trabalhar com a equipe dos olhos no despertar da competição.

A vitória no dérbi, exceto que é a chave para animar a torcida, também pode manter a Macaca na caixa. A abordagem é remota, mas ainda é um sonho possível- como a realidade de teeters na derrubada com anseios alvinegros anos antigos.