Carille, Cuca e Felipão: técnicos sumidos – até quando?
Carille, Cuca e Felipão: técnicos sumidos – até quando?

Felipao Cuca Carille

Lá no início da temporada de 2019, estamos aqui Notícias de Futebol cravamos, que algumas técnicas não chegará até o fim do campeonato, para as devidas posições. Nossas suposições incluíram Renato Gaúcho, em que erramos feio, mas também Abel Braga, Fábio Carille e Luiz Felipe Scolari, e então acertamos em cheio.

Faltou falar sobre sua Cabeça, caiu fora de São Paulo, lá em setembro e sumiu. Portanto, este é o momento, definimos o ritmo e ver para onde vão e onde podem receber essas três treinadores, campeões brasileiros, 2016, 2017, 2018, e atualmente desempregado.

Fábio Carille

fabio CarilleO mais jovem dos três, Carille parece que não irá assumir nenhuma equipe em 2020 – mas você nunca sabe, não é?

Assim como muitos técnicos, o sucesso, a carreira de Fábio Carille começou discreto, no estilo de “nos bastidores”, mas logo o treinador tornou-se um dos mais respeitados no Brasil. Chegou ao Corinthians em 2009, o treinador foi assistente de tudo que você pode imaginar: Mano Menezes, Cristóvão Borges, Adilson Batista e, claro, Tite, antes de assumir a função de chefe de 2016.

Já no ano de 2017, sua equipe foi a pura glória aos Coríntios, começando com o título. no topo da Ponte Preta e, depois de alguns meses, ajustando-se a melhor empresa no primeiro turno na história do Campeonato Brasileiro, no período, quando o Timão permaneceu invicto com 14 vitórias em cinco gravata.

O desempenho caiu muito depois, a verdade, e para o Corinthians foi seriamente ameaçado por concorrentes, como Palmeiras, Santos e Grêmio, mas no final do nome. O ápice da carreira Carille, que, mesmo por um curto período de tempo em São paulo para 2018, mas, então, se Parque São Jorge, para tentar a sorte no futebol árabe.

Não deu certo, e o treinador voltou em 2019, para conquistar o outro., mas a lua-de-mel acabou ali. O desempenho foi muito abaixo, o técnico foi demitido em novembro, depois de uma derrota contra o futuro campeão do “Flamengo”.

De lá para cá, Carille deu uma sumida da mídia. Muitas pessoas diziam que ele gostaria de tentar a sua sorte no Qatar, e outros, o que foi minimizado a oferta do Atlético-MG, mas, aparentemente, até 2020 será um ano de licença sabática para o treinador, que, parece, o planejamento de como você pode viajar mais e se aprofundar nos estudos sobre o futebol.

Cuca

Cuca SantosO trabalho no santos até começou bem, mas na minha Cabeça nunca mais foi o mesmo depois de o Palmeiras até 2016

O nome de sua Cabeça ficou como um dos principais do futebol brasileiro há uns bons 15 anos, mas, no geral, foi, foi mais como um especialista, como ajudar as equipes a evitar o rebaixamento (см. Fluminense em 2009), o que, de fato, o que há algo a ganhar troféus.

Tudo começou a mudar, a partir de 2013, quando o treinador chegou ao topo de sua carreira, para levar o Atlético-MG em seu primeiro e único título da Libertadores, até o dia de hoje. Antes disso, já ajudou o Galo escapar do rebaixamento em 2011, e ganhou o Campeonato, o Shakhtar perde em 2012.

Título Libera os intocáveis, é verdade, mas o Cuca perdeu a moral, se o Atlético-MG acabou eliminado cedo no Mundo, caindo antes de Raja Casablanca. O técnico caiu e acabou indo para a China, onde ficou meio sumido da mídia.

Em 2016, o segundo momento de glória: o retorno ao Brasil, para controlar o Palmeiras, com quem foi campeão, e o resto é história. O treinador deixou o clube logo depois, mas voltou no ano de 2017, onde não resistiu e acabou caindo. Passagens curtas e sem sucesso, Santos e São Paulo foram os trabalhos mais recentes do treinador.

Onde anda você é agora, você pode perguntar? Poucas pessoas sabem. Alguns dizem que o convite para assumir uma das equipes do Paraná (Coritiba ou Athletico-PR), mas nada oficial ainda. Pode ser, se o governo acabar, ele renascer, mas até agora…

Luiz Felipe Scolari

imagem08-02-2020-00-02-27Uma das profissões mais glorioso de todos os técnicos do brasil, Felipão, certamente, é desejável para muitas pessoas – se ele vai aceitar, isso já é outra história

Sem dúvida, o mais vitorioso dos três, o Felipão é aqueles caras que não precisa de introdução. É relevante, há pelo menos duas décadas, o treinador acumula glória, especialmente a partir de Grêmio e Palmeiras, mas também com a seleção Brasileira, de modo que este foi o técnico do Penta, em 2002.

Para o Grêmio, onde foi revelado, o gaúcho ganhou três públicas e três nomes de gigantes na seqüência: Copa do Brasil (1994), américa do sul (1995) e brasil (1996). Este alçou o treinador para a glória, que repetiu proezas à frente do Palmeiras, com as copas do Brasil em 1998 e 2012, o lendário Libertadores de 1999 e o Lugar de 2018.

Felipão foi a passagem, Uzbequistão, Kuwait e China, conquistando troféus em tudo, e levantou o último Mundial, a seleção Brasileira, assim como não se lembrar. Depois de campeão com o Palmeiras em 2018, como citamos, técnica, quando realizada neste post até meados de 2019, quando caiu, e não encontrou um trabalho mais desde então.

Em cima de seus 71 anos, Scolari não é mais o alvo de tanta especulação, como seria normal, para as pessoas mais jovens, como se Carille (46) e Cuca (56), mas você nunca sabe quando o treinador pode ressurgir. A última especulação incluía um cão grande: o Boca Juniors”. Ninguém disse nada por vários meses, e, talvez, e não veremos o Felipão e o seu bigode clássico da borda do campo, em 2020. Resta esperar.

Comentários Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui