Jogos de técnico para Lei Suzano vê o ano como o mais exigente e projetando sequências de trabalho em 2021

0
9

Certamente, até 2020, uma nova realidade foi colocada sobre o mundo do esporte como resultado da pandemia de Covid-19. E o que aconteceu, Lei Suzano não escapou da regra e o técnico João Marcondes, que devolveu a função de coaching após duas temporadas, foi convidado a interromper a equipe de planejamento sub-21, que iniciou os procedimentos em fevereiro.

Com o anúncio do estado de calamidade pública em março, a equipe da Suzanense precisou suspender as atividades atuais que iam fazer os jogadores ‘ rodovias. Foi uma longa espera de sete meses até a divulgação até o trabalho em grupo que aconteceu em outubro.

Nesse período, além da edição em modos de broca, a equipe também precisou procurar uma nova casa com a impossibilidade de usar equipamentos esportivos de Suzano, usados como estruturas de apoio na prefeitura da vila na luta contra a pandemia, a Art lei Suzano alternou treinos no Instituto Sesi Suzano e Sergins 10, em Guarulhos, onde a equipe mandou seus jogos no campeonato Paulista, que foi o único torneio no calendário do kalender.

1 de 2 e-lei Suzano caiu na semifinal Paulista sub-21-Foto: Rodrigo Oliveira

As finais da lei Suzano caíram nas semifinais Paulista sub-21-Foto: Rodrigo Oliveira

No estadual, a Suzaners fez a segunda melhor campanha no ranking, com quatro vencedores em cinco jogos, mas terminou removida nas semifinais na semifinal de São André. Com todo esse cenário atípico, o técnico chefe João Marcondes enfatizou a entrega e os desafios para a equipe na Justiça.

-Foi um ano muito difícil. Iniciamos a temporada para fazer o trabalho de reforço físico, trabalho muito forte, e que o trabalho foi interrompido e descobrimos que faltava duas semanas e meia no início da pausa do campeonato, que seria um turno curto, de turno único. Então o que eu faço? Decidimos e decidimos por um bom esportista, ” Marcondes disse.

-Nós temos praticado um período de um ponto único. Tivemos que fazer um periódico completamente atípico e que talvez, pelo menos, tenha o custo, pelo menos, de classificação para a final. O campeonato era uma loteria. Ganhou, quem realmente teve um pouco mais de sorte em alguns momentos de momentos e é claro que uma equipe melhor preparada. E a Suzano, realmente, não tinha preparação adequada, como tinha que ter. Apesar do resultado desfavorável dentro da quadra, os esforços têm prevalecido, as garras, a corrida, não apenas dos meus jogadores, mas do comissário técnico-completou.

2 de 2 João Marcondes já começou a planejar uma equipe sub-21 para a próxima temporada-Foto: Bon Lei Mania Suzano

João Marcondes já iniciou o planejamento da equipe sub-21 para a próxima temporada-Foto: Lei Mania Suzano

Vale lembra que montar o calendário de competiçao da próxima temporada ainda depende do exame de saúde no país. Apesar de ainda não ter uma definição no início das obras, João Marcondes avançou que sete atletas do último elenco devem permanecer na equipe.

Além dos restos mortais, espera-se que a equipe de Suzano conte com os esportistas da rede online, que foi lançada pelo clube no último dia 18, que, enquanto o clube da Assessoria de Imprensa recebeu material de 43 atletas de diferentes partes do país. Outra novidade, de acordo com Marcondes, será a criação de uma equipe sub-15, que será formada pelas cidades da cidade, que ajudam o projeto social Lei Mánia.