Pantera quita salário de atletas da Segundinha, mas é comandada na justiça Lima e Gabriela Cajano

0
11

1 do 1 Meio-campo Gabriel Cajano é o lançamento da Justiça Trabalho para cobrar os direitos de São Raimundo-Foto: Dominique Cavaleiro / ge

meio-campo Gabriel Cajano é o lançamento da justiça do trabalho para cobrar os direitos de São Raimundo-Foto: Dominique Cavaleiro / ge

São Raimundo fecha o ano de 2020 sem atingir as metas estabelecidas para a temporada, mas pelo menos conseguiu enalhar os salários de atletas que liam em questão para a Segundinha em 2020.

Mas como nem tudo são flores, a Pantera agora terá que entender a justiça do trabalho. Isso porque os atletas Lima e Gabriel Cajano lançaram a Justiça para cobrar direitos salariais.

O Volant Lima jogou em Pantheri em 2018 e Gabriel Cajano fez parte do Arco de Raimundo em 2019.

O São Raimundo interrompeu os contratos com os atletas que ocorreram na equipe, assim como a Comissão Técnica. Só o defensário Sandro continua com o vinhedo com o clube, porque é uma lesão.