Segunda dona: veja retrospectiva: Francana, So-carlense, Inter z Bebedouro e Matonense

0
10

O tempo até 2020 foi difícil para as equipes na região de Ribeirão para a segunda divisão do campeonato paulista. No início de 18. A competição deve ser adiada devido à pandemia de novo coronavir.

A situação atrapalhou o planejamento de clubes que não conseguiram obter resultados positivos no Estado que começou 17. Dia 19 de outubro e foi concluído 19. Dezembro, com o acesso de Bandeirante-SP e São José à série A3.

Veja ge retrospectivamente para os principais pontos de Francana, Inter Bebedouro, Matonense e So-carlense.

+ Veja mais notícias de Ribeirão portanto e região

Francana

Pesquisar a série paulista da série A3 A3 fracassos após três anos seguidos da competição na fase inicial do Francês para planejar o principal objetivo da temporada.

Em janeiro, o veterano anunciou a chegada de Pauline Maclaren à equipe de comando técnico e no mês seguinte confirmou o recrutamento de 13 atletas para criar ocupação.

1 de 4 Técnico Pauline MacLaren comandou Francan na temporada 2020-Foto: Wilker Maia / Francana

Técnico Paulinho MacLaren comandou Francan na temporada 2020-Foto: Wilker Maia / Francana

o início da competição ocorreria 18. Abril e Sorceress realizaram preparação intensiva nos primeiros meses de 2020. O time até jogou amistoso contra o Botafogo-SP e marcou outro contra a Loja. No entanto, as atividades tiveram que ser seguidas devido à pandemia do novo coronavirus e a estreia no campeonato foi adiada.

Sem prognóstico para novas datas, o Conselho Francês decidiu descomissionar seus atletas. Em todos os 25 jogadores os contratos foram fechados porque o clube não deveria ter os fundos para fazer a equipe.

Veterana que é necessária para superar o período de seis meses de sono até a definição da Federação Paulista de Futebol (FPF), no início das vezes, feito. A entidade marcou o início do estatuto em 17. dia e a Francana caiu no Grupo 3 junto com XV de Jaú, So-carlense, Inter Bebedouro e Matonense.

2 de 4 Mesmo com um bom dia na fase inicial, a Veterena acabou na segunda fase, voltada para Rio Branco-SP-Foto: divulgação/Francana

Mesmo com uma boa campanha em fase inicial, a Veterena acabou eliminada na segunda fase, enfrentando Rio Branco-SP-Foto: divulgação/Francana

Na primeira fase da campanha, a Veterana venceu seis vitórias em oito jogos, somou 20 pontos, mantendo a inocência e esmagou o ranking com antecedência na primeira posição na chave.

O Protivista da segunda fase foi o Rio Branco-SP. Com uma derrota de 1-0, no primeiro jogo longe de casa, e um empate, por 2 a-2, no segundo tiro, Feiticeira se despede duas vezes com um sonho de acesso e ficou pelo caminho até a quarta vez na Segundona.

Inter de Bebedouro

Como Francana, a Inter Bebedouro já construiu sua ocupação no início da temporada, mas foi preciso agir com o advento da nova pandemia do vírus da coronação.

No decorrer do todo, o clube conta com 22 atletas para a Concórdia Segundona, no entanto, os contratos tiveram que ser desligados porque o clube não tinha condições financeiras para fazer jogadores. O Conselho decidiu que os atletas poderiam obter ajuda do governo federal.

3 dos 4 Com a câmera errada, Inter Bebedouro acabou eliminado na primeira fase da Segundona-Foto: Wilker Maia / Francana

Com uma campanha incorreta, a Inter Bebedouro acabou eliminada na primeira fase da Segundona-Foto: Wilker Maia / Francana

Com novos jogadores e sob o comando do técnico Valter Santos, o Red Wolf começou sua trajetória na competição. No entanto, o desempenho não ficou satisfeito e depois de dois derrotados e empatados a diretoria decidiu substituir o comandante.

Selecionado para dirigir o Inter, Nivio Caetano, que levou Batatais para as quartas de final do A3 da série A3. Mas a equipe continuou acumulando maus resultados e acabou eliminada na primeira fase. Com retrospecto de dois empates, cinco derrotas e apenas uma vitória, Wolf desfilou do estado.

Matonense

Ao procurar o acesso em simples feito, o Matonense fez uma seleção ousada e inovadora para a equipe de comando técnico. Mais do que alugar um treinador experiente, a diretoria decidiu pelo jovem técnico João Daniel, com apenas 22 anos.

O Filho do Presidente Modra Orla, Reinaldo Morais Mendonça Júnior, o jovem comandante iniciou seu primeiro trabalho no grupo profissional em 2020. No entanto, nesta capacidade ele teve experiência no ano de 2019, só na Matonense com a equipe abaixo de 17.

4 de 4 em apenas 22 anos, João Daniel foi o técnico da Matonense no Mês-Foto-Foto: Despublicação/SE Matonense

Apenas 22 anos, João Daniel foi o treinador do Matonense na mesiaci-foto: Disseminação/SE Matonense

No entanto, a aposta não saiu e a SEMA acabou fora da competição na primeira fase. A equipe completou sua participação na lanterna da chave, com quatro pontos somados no retrospecto da vitória, sorteio e seis derrotas.

SCO-Carlense

Esta temporada Guild SCO-Carlense foi comandada pelo técnico Marcus Vassassin e quase na clínica na primeira fase da competição.

Até a última rodada, a equipe realizou uma retrospectiva de duas vitórias, quatro empates e apenas uma derrota. Com 10 pontos, o time estava a 2 de um representante do líder XV de vencer e precisava de uma vitória, exatamente contra o Galo da Komarcha para fazer um espaço livre.

No entanto, o Lobo Central recebeu apenas um desenho por 1 a-1 e não foi convidado da concorrência para a terceira posição da chave.